Aplicativo espião de celular Android monitora câmera e WhatsApp

Os especialistas em tecnologias descobriram recentemente um novo aplicativo espião que pode ser instalado em seu aparelho de maneira oculta, classificado como um aplicativo complexo, que pode monitorar câmeras e até mesmo monitorar mensagens de WhatsApp ou SMS de telefones Android.

O aplicativo é capaz de ativar o microfone e transferir dados de chamadas e documentos armazenados no telefone, tal aplicativo não foi adicionado à loja oficial do Google, a Play Store.

A descoberta do aplicativo foi anunciada pela empresa de segurança Zimperium, que consegue acessar quase todos os dados, informações pessoais, dados importantes e recursos do Android.

A Zimperium faz parte da App Defense Alliance, uma organização criada pelo Google para melhorar a segurança do Android.

Imagem de um celular android
Dispositivos Android são o alvo principal desse app | Photo by Daniel Romero on Unsplash

Modo de Ataque

O programa espião chega ao celular do usuário disfarçado de uma atualização de sistema e é instalado junto a outros aplicativos oferecidos em lojas alternativas.

Depois de instalado, ele oculta seu ícone e desaparece da lista principal, dificultando sua remoção.

O que chama a atenção dos especialistas é a atuação ampla do programa para ter acesso aos dados do telefone.

O aplicativo espião acessa a internet e recebe comandos de um servidor de controle, que indica quais são os dados que devem ser coletados, após a detecção de tais informações, ele faz download de forma automática e transfere os dados para o servidor base. 

As informações monitoradas incluem todos os tipos de mensagens trocadas por SMS e aplicativos como o WhatsApp.

Se o telefone tiver acesso de usuário root (acesso e permissão de Administrador do sistema Android), o espião “examinará” todo o banco de dados, incluindo as mensagens excluídas, imagens, vídeos pessoais, e possivelmente informações como dados bancários, senhas e logins.

Assuntos Relacionados

Acesso do Aplicativo Espião

Todo o conteúdo de qualquer tipo de notificação, bem como o histórico de chamadas feitas e recebidas, lista de contatos, histórico de navegação e favoritos do navegador e dados gerais do dispositivo, incluindo todo o conteúdo instalado nele, estatísticas de armazenamento e área de transferência, podem ser acessados de forma oculta, ou seja, o usuário não sabe que está sendo “espionado” e que seus dados estejam sendo copiados para um banco de dados.

Os dados de localização GPS também podem ser monitorados. O microfone e a câmera do dispositivo podem gravar chamadas, tirar fotos e gravar vídeos. Esses arquivos são exportados em um formato menor e mais compacto para reduzir o consumo de dados.

O aplicativo também pode acessar documentos em formatos de arquivo PDF e Microsoft Office com menos de 30 MB. Desta forma seu Android pode ser todo vasculhado e ter todas as informações copiadas sem que você saiba. 

O surgimento de novos aplicativos espiões reforçou as recomendações de segurança para os usuários do Android: evite usar armazenamentos não oficiais e não execute o processo de “raiz”, em outras palavras, evitar ao máximo usar a permissão de administrador para instalar alguns dispositivos, pois esse mecanismo potencializa a funcionalidade de aplicativos maliciosos.

Caso desconfie de alguma atualização ou de aplicativos desconhecidos não as execute e exclua-os o mais rápido possível. 

Certifique-se que esteja instalando aplicativos confiáveis e que sejam seguros. Mantendo seu aparelho seguro. Se você gostou deste artigo, compartilhe com os amigos e familiares, mostre à eles este aplicativo que vem causando problemas em diversos Androids.

Deixe um comentário

3 × 5 =