Conheça Lumiere, nova IA do Google que consegue transformar textos em vídeos realistas

Foto do autor

por Gabriela Araújo

postado em

Tecnologia pode criar vídeos a partir de qualquer descrição textual, além de transformar imagens estáticas em conteúdo audiovisual

ANÚNCIOS

No fim de janeiro, o Google anunciou seu próximo passo no desenvolvimento de inteligências artificiais: o Lumiere, uma IA generativa capaz de gerar vídeos realistas através de descrições textuais.

O modelo está sendo desenvolvido em parceria com o Instituto Weizmann, a Universidade de Tel-Aviv e o Instituto de Tecnologia de Israel Technion.

A proposta do Google é que qualquer tipo de texto possa ser transformado em vídeo com movimentos complexos e realistas, em que todos os quadros são gerados de uma só vez, ao invés de serem fragmentados, como acontece com outras IAs semelhantes.

ANÚNCIOS

Outro recurso da ferramenta é transformar imagens estáticas em vídeos, podendo criar animações a partir de desenhos diversos.

O Lumiere promete ter funções bem profundas, permitindo ao usuário escolher quais elementos da imagem ou do texto serão animados e qual estilo de animação será utilizado.

É uma ferramenta completa para criação e customização de materiais audiovisuais, mas que também envolve uma série de problemas éticos, que também acometem outros tipos de inteligências artificiais generativas.

O Google reforça que está ciente dos possíveis usos maliciosos da sua nova ferramenta, o que pode incluir a geração de vídeos falsos sobre pessoas reais em situações polêmicas para disseminação de fake news.

ANÚNCIOS

De acordo com a empresa, já estão sendo avaliados alguns métodos para identificar se o conteúdo gerado é perigoso ou não, garantindo o uso seguro do Lumiere.

Apesar de prometer bastante, nenhuma prévia ou demonstração da inteligência artificial em ação foi revelada até o momento. Considerando que é uma tecnologia nova, é de se esperar que passe por uma série de testes (tanto fechados quanto com o público) antes de ser oficialmente lançada.

Não existe nenhuma previsão de quando o Lumiere estará disponível para testes ou será disponibilizado para compra.

A boa notícia é que a ferramenta promete ser bem acessível, podendo ser utilizada em qualquer dispositivo, desde um smartphone até um notebook Dell, por exemplo.

Vale ressaltar que esta não é a primeira IA generativa para vídeos que será disponibilizada no mercado, sendo um tipo de recurso que já vem sendo explorado e aprimorado continuamente dentro do setor tecnológico.

O próprio Google já havia lançado outra variação de IA do gênero há apenas alguns meses, em dezembro de 2023.

O VideoPoet é uma ferramenta bem semelhante, sendo capaz de gerar vídeos por textos, animar imagens estáticas e até mesmo editar arquivos. O Lumiere promete ser uma evolução desta ferramenta, aprimorando cada um dos seus aspectos.

Deixe um comentário